Club

HISTÓRIA

Curitiba Guardian Saints

Conheça nossa história, curiosidades e desafios de uma das equipes mais tradicionais do Futebol Americano do Estado, Curitiba Guardian Saints.

História Curitiba Guardian Saints

O Guardians Saints surgiu no dia 08 de maio de 2011 a partir de uma iniciativa de três amigos para ajudar o bairro, e sua cidade, a ter uma vida mais digna e íntegra perante a sociedade. Considerando a crescente criminalidade e a atual discrepância social e econômica na região, esses amigos se organizaram e desenvolveram um projeto social que iria abranger não só a modalidade do Futebol Americano, mas outros esportes e atividades de integração social. A idéia era reforçar o projeto inicial, tendo por objetivo gerar às famílias conceitos e idéias que fortalecessem valores para a vida em comunidade, provendo outras oportunidades para os jovens se manterem longe da criminalidade e das drogas, unindo as famílias, que é a estrutura principal para uma comunidade mais justa e digna.

O primeiro esporte desenvolvido pelo projeto foi o Futebol Americano, com a presença de seis jovens, e evoluiu por algum tempo na modalidade Flag. A medida que o projeto foi difundido pela região, várias empresas – como Academias, Farmácias, Supermercados, Restaurantes e outros estabelecimentos locais dos bairros Caiuá, CIC, Itatiaia e Fazendinha – se uniram ao projeto em forma de subsídios e parcerias, provendo benefícios aos jovens e suas famílias inscritos no projeto, como , na cidade de Curitiba.

Em Dezembro de 2011, o clube se tornou bem visto pela comunidade local por sua capacidade de organizar eventos, onde promoveu o “Mega Evento Guardians Saints”, com diversos apoios locais, como de outras equipes que hoje compõem o campeonato paranaense, onde compareceram aproximadamente 700 pessoas – segundo o policiamento local – em divulgação do Esporte que seria praticado no Bairro.

Durante os primeiros dois anos de existência o Curitiba Guardians Saints participou do Torneio Offpads, e desde 2012 tem se destacado em seus jogos Full Pads. E no final de 2012, o clube passou a ter uma direção diferenciada, deixando de ser presidida por um Presidente, e passou a ser dirigida por diretores. Com essa estrutura organizacional, o clube passa a ter destaque em sua capacidade de gerir ações e feitos, facilitando a sua interação e comunicação com demais interessados em apoiar o projeto Guardians Saints.

Em 2013, com o lema de “Jogar para vencer” e a busca pela evolução, o clube se Filiou a Federação Paranaense de Futebol Americano (FPFA) para disputar o Campeonato Paranaense 2013 (PR13), como equipe estreiante.[1]

Com apoio da Prefeitura de Curitiba, o projeto se alastrou e cresceu em vários bairros da cidade, como CIC, Caiuá, Itatiaia e mais recentemente em Piraquara, onde foram realizados os jogos para o Campeonato Paranaense 2013 (PR13), no Estádio Municipal Mathias Jacomel. E no mesmo local, a criação da escola Piraquara Guardians Saints F.A. para treinar categorias de base dos futuros elencos da equipe.

No final do mesmo ano, o clube passa por mais uma restruturação organizacional formada por seis diretores, separando por operações da equipe (Executivo, Financeiro, Logística, Marketing, Patrimônio e Planejamento). E altera seu nome e logo inicial para Curitiba Guardian Saints antes de ingressar no Campeonato Paranaense 2014 (PR14).

Ao término do Campeonato Paranaense 2014, novas mudanças ocorrem, incluindo renovação da Comissão técnica e esquema tático da equipe para a temporada 2015. Trabalho que iniciou outro estilo de ataque e defesa, e gerou uma pausa em competições no segundo semestre do mesmo ano a fim de criar uma boa fundação dos novos conceitos, com cronograma preenchido por amistosos.

A temporada 2015 foi o primeiro ano efetivo do novo esquema tático, sendo aperfeiçoado durante o Campeonato Paranaense 2015 (primeiro semestre) e a Copa Sul (segundo semestre).

Campo

Read more

our honours

Scroll the honours ›